JOVEM NATURAL DE BURITI BRAVO-MA, ACUSADO DE MATAR MÃE E FILHO DE 4 MESES, É MORTO A PAULADAS NO RIO DE JANEIRO

De acordo com moradores, a milícia que atua na comunidade teria sido a responsável por autorizar a execução de Luís Fernando Barbosa
Morto%2Bno%2Brio7.jpg
Um crime brutal está sendo investigado pela polícia do Rio de Janeiro, onde três pessoas foram mortas, sendo que duas são maranhenses da cidade de Buriti Bravo, a 499 km de São Luís
 
Marileide da Silva Nascimento, de 24 anos, e o filho Bryan Lucas, de apenas 4 meses, estavam em uma casa, na Rua Arão Stamburg, Zona Oeste, quando o ajudante de pedreiro Luís Fernando Guimarães Barbosa, de 21 anos, entrou no local e assassinou os dois com mais de 30 facadas. O crime foi cometido na última sexta (7).
 
Após matar Marileide e Bryan, Luís Fernando foi morto a pauladas na frente de vários moradores da localidade. Marileide e Luís Fernando eram maranhenses.
 
De acordo com informações dos vizinhos de Luís Fernando, a milícia que atua na comunidade teria sido a responsável por autorizar a execução de Luís. Depois da morte do rapaz, o corpo dele foi jogado no Canal do Anil.
 
morto%2Bno%2Brio1.jpg

Segundo a polícia, Luís Fernando pretendia matar a ex-companheira, Lucilene Pereira da Silva, de 22 anos, prima de Marileide. Os três, Marileide, Bryan e Luciene, moravam na mesma casa.
 
A motivação do crime seria uma crise de ciúmes de Luís Fernando, que só matou a mulher e o filho durante um acesso de raiva porque Luciene não estava na casa. Luciene e Luís ficaram juntos por menos de um ano e por conta das agressões, ela resolveu terminar o relacionamento.
 
Nos últimos meses, Luís vinha ameaçando a ex de morte. Em depoimento à polícia carioca, Luciene revelou que o ex-companheiro a agrediu durante o Natal, em uma festa de família, além de bater nela na rua e em outros lugares onde estavam.
 
Os corpos de Marileide da Silva Nascimento, de 24 anos, e do filho Bryan Lucas Júnior, de 4 meses, serão encaminhados de avião para São Luís e depois para a cidade de Buriti Bravo.



Gostou desta notícia? Compartilhe!


Notícias parecidas